BrasilD2

Nova massa de ar polar derruba temperaturas; veja onde vai esfriar mais

GONÇALVES, MG (FOLHAPRESS) – A chegada de uma nova massa de ar de origem polar vai derrubar as temperaturas em grande parte do país nesta semana. Há tendência de queda nas temperaturas mínimas, com risco de geada, até a próxima quinta-feira (12) na região Sul, segundo o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia).

O instituto responsável pela medição oficial do clima no país também prevê que os próximos dias serão mais gelados nas regiões Sudeste e Nordeste.

A nova massa de ar polar, porém, será menos intensa e não deve causar a derrubada brusca de temperatura como ocorreu no final do mês de julho.

Na cidade de São Paulo, além da queda de temperatura, a nova frente fria deverá causar chuva, mas de intensidade fraca e em pontos isolados, prevê o CGE (Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas), órgão da prefeitura.

A madrugada desta quarta-feira (11) deverá registrar mínimas na casa dos 13ºC, em média, na capital paulista. O dia será de sol entre nuvens, com máxima de apenas 19ºC. Os índices de umidade se elevarão um pouco, ficando acima de 35%.

Já na quinta (12), os chuviscos persistirão e o dia será marcado por baixa amplitude térmica, com as temperaturas oscilando entre 13ºC e 18ºC. As taxas de umidade também aumentarão mais, ficando entre 55% e 95% no decorrer do dia.

Na região Sul, estão previstas no amanhecer de quinta-feira temperaturas abaixo de 8°C e próximas a 2°C nos estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina e na porção sul do Paraná.

No Sudeste, as menores temperaturas podem variar de 10°C a 16°C, cobrindo áreas que se estendem do sul de São Paulo ao norte de Minas Gerais.

No Centro-Oeste, as menores mínimas são previstas para o oeste de Mato Grosso do Sul e sul de Mato Grosso, com temperaturas próximas a 14°C. Já ao leste de Goiás e Distrito Federal, ficarão em torno de 16°C.

No Nordeste, as menores temperaturas são esperadas nas faixas centro-sul e centro-norte da Bahia (perto de 14°C) e no agreste pernambucano e paraibano (16ºC).

Na região Norte, as temperaturas mais baixas estão previstas para o sul do Tocantins e Rondônia, em torno de 20°C.

Chuva intensa na região Norte Nesta semana, as chuvas serão mais significativos na porção noroeste da região Norte do país, com grande concentração no noroeste do Pará, do Amazonas e em parte de Roraima -cujos acumulados vão girar entre 40 mm e 50 mm.

No Baixo Amazonas do Pará, a previsão é de 80 mm no período. Nas regiões Centro-Oeste, Nordeste e Sudeste não há possibilidade de chuva significativa.

Na região Sul, áreas de instabilidade vão provocar acumulados na casa dos 70 mm no leste de Santa Catarina e no centro-norte do Rio Grande do Sul, de acordo com o Inmet.

Você pode se interessar:

Comments are closed.

Mais em:Brasil