Cidades

Operação apreende 300 linhas cortantes em operação neste final de semana

Agentes também orientaram a população sobre os riscos de aglomeração no Pipódromo, que durante a Pandemia, não poderá mais ser utilizado para a soltura de pipas

A Guarda Civil Municipal realizou neste fim de semana, 13 e 14 de junho operações contra aglomerações no Pipódromo do município e outros espaços e também o uso de linhas cortantes durante a brincadeira de soltar pipa. As ações ocorreram também na região do Setor Alto Paraíso e Jardim Dom Bosco. A operação faz parte da campanha “A Vida Por um Fio”, que é realizada anualmente no período de férias escolares, mas que neste ano, por conta da Pandemia, teve início em maio. Foram apreendidas 300 pipas com linhas cortantes.

De acordo com o secretário de Mobilidade e Defesa Social, Roberto Cândido, as duas ações tiveram como objetivo evitar a aglomeração de crianças, adolescentes e adultos durante a brincadeira, pois vivemos uma Pandemia na Saúde. “As ações no pipódromo ocorreram de forma preventiva, onde os agentes orientaram as pessoas que chegavam ao local para que voltassem às suas residência, pois, a partir de agora e enquanto durar a pandemia, não poderá mais ter aglomeração no local”, destacou o secretário.

Roberto Cândido explica que a operação do fim de semana foi bastante positiva, pois, além da orientação à população, os GCMs também conseguiram apreender objetos irregulares e impróprios, salvando vidas. “Tivemos ótimos resultados. Mesmo o Pipódromo sendo o local destinado para a soltura de pipas, aos fins de semana estava ocorrendo muita aglomeração, o que não é recomendado pelas autoridades de Saúde. Por isso agora ele não será liberado para a prática da brincadeira, pelo menos durante a pandemia”, comentou.

Na capital, o patrulhamento preventivo foi realizado em vários bairros das regiões Noroeste e Norte de Goiânia, como Jardim Curitiba 1 e 2, Morada do Sol, Alto do Valle, Recanto do Bosque, Jardim Guanabara, Itatiaia, entre outros.

A ação faz parte da campanha Pipa sem Cerol, realizada pela Prefeitura de Goiânia, que chega a sua 12ª edição e tem o objetivo de conscientizar crianças, adolescentes e adultos sobre o perigo do cerol e orientar a todos sobre a brincadeira de forma saudável.

A operação foi movida por 80 guardas civis. O balanço final das operações no feriado aponta que foram apreendidas 170 pipas com material cortante, 300 latas e carretéis e nenhuma condução, mas todos os abordados foram orientados sobre o perigo de utilização do cerol.

Gustavo Martins

Estagiário supervisionado pelo editor Jorge Borges

Arquivos relacionados