Quinta, 05 de Agosto de 2021
05 de Agosto de 2021
Publicidade

Operação da PC recaptura três homens foragidos investigados pela a prática de homicídio

Os crimes não possuem vinculação entre si, e ocorreram em datas e de formas diferentes, dois foram cometidos com arma de fogo e um com a utilização de uma faca

Edna Barbosa 

Desencadeada pela a Polícia Civil de Goiás, a operação deu início às investigações através da Delegacia Estadual de Investigações de Homicídios (DIH), que efetuou no mês de março deste ano, o cumprimento de três mandados de prisão preventiva expedidos em desfavor de três foragidos investigados pela prática de homicídios cometidos em Goiânia.

Como os suspeitos estavam foragidos, um dos processos estava suspenso, por essa razão, foi possível efetuar a prisão de um dos suspeitos, foragidos da justiça a 32 anos. Ernane Cazer, delegado titular da DIH – explica que a motivação dos crimes envolve ciúmes de uma ex-companheira e desavenças entre autor e vítima. 

“No caso de 1988, a vítima começou a ter um relacionamento com a ex-companheira do autor do crime, o autor, não aceitou o rompimento da relação, matou a vítima a facadas. E nos dois casos do ano de 2001- também foram praticados com viés passional. Houve uma briga entre autor e vítima, onde se gerou agressões físicas e morais até que os autores ceifaram as vidas das vítimas, em razão da raiva gerada nesta briga”, relatou o delegado. 

O delegado ressaltou que esse trabalho contínuo é importante para mostrar à sociedade que, nenhum crime ficará impune, mesmo depois de ter acontecido há muitos anos. Após cometerem os crimes, um dos foragidos, de 43 anos, fugiu e foi preso em Nísia Floresta, no Rio Grande do Norte. Outro, de 59 anos, foi preso em São Félix do Xingu, no Pará. E o terceiro, de 61 anos, foi preso em Serranópolis, interior goiano. 

Para o delegado Ernane Cazer, o importante desse trabalho que foi feito e deve continuar é, concretizar o propósito de justiça. “Existem outros processos que estão parados e vamos reaver junto ao poder judiciário, trabalhando em parceria com o foco de recapturar os foragidos”, enfatizou.

Foto: Divulgação / PC-GO

Compartilhe este post: