Sábado, 24 de Julho de 2021
24 de Julho de 2021
Publicidade

Operação Narco Flight desarticula organização criminosa que usava aeronaves para movimentar o tráfico de drogas

Grupo de traficantes tinha sete aviões para transportar drogas no Brasil e no exterior

A Polícia Civil do Estado de Goiás, por meio da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco), desarticulou uma organização criminosa voltada para o tráfico de drogas que usava várias aeronaves para transportar drogas no Brasil e no exterior. Ontem, 15, a Operação Narco Flight cumpriu 12 mandados de busca e quatro de prisão, nos Estados de Goiás, São Paulo, Mato Grosso e Santa Catarina.
De acordo com as informações do delegado titular da Draco, Rodrigo Mendes, as investigações policiais tiveram início há um ano e meio. “Começamos as investigações mediante informações de que um helicóptero estaria transportando drogas para o Estado de Goiás. A aeronave foi apreendida e tanto o piloto como o copiloto foram presos. Ambos monitorados pela Polícia Civil. Com o piloto, que já havia sido preso no Estado do Pará, foram encontrados US$ 1 milhão e uma arma de fogo”, explicou.
No total, foram identificadas sete aeronaves usadas pela organização criminosa. Por meio da intensificação dos trabalhos policiais, também foram identificados o líder da organização, o braço financeiro e os operadores de campo. “ A Polícia Civil passou a monitorar uma das aeronaves, também usada pela organização criminosa, em Mozarlândia-Goiás. Esta aeronave decolou de Mozarlândia e pousou no Amazonas, tendo sido apreendida lá com irregularidades no plano de voo e sendo transportada por pilotos não licenciados, além de estar transportando grande quantidade de combustível”, enfatizou Rodrigo Mendes.
Na ação, foram apreendidos celulares, computadores, armas e uma grande quantidade de drogas e dinheiro. Segundo o delegado da Draco, as investigações devem continuar, pois a Polícia Civil acredita que mais pessoas estejam envolvidas com a quadrilha.

Compartilhe este post: