Quinta, 17 de Junho de 2021
17 de Junho de 2021
Publicidade

Pela segunda vez em dois meses, prefeitura paralisa pavimentação asfáltica na Vila Oliveira

Os 9 mil habitantes do setor lutam pelo progresso há sete décadas e querem que a gestão do município explique os motivos de tantas pausas e lentidão nas obras

A luta dos moradores da Vila Oliveira para que os benefícios da infraestrutura cheguem ao setor já dura 70 anos. Pela segunda vez no período de dois meses, as máquinas que operam o asfalto paralisaram a pavimentação asfáltica. Na edição nº 2.704, de 14 de maio de 2021, o Diário de Aparecida publicou a primeira paralisação da obra. Contudo, quatro dias após a publicação, em 18 de maio, um leitor comunicou ao jornal que as máquinas haviam retornado com os serviços, o que deixou os moradores felizes por testemunharem o progresso.

A segunda retirada das máquinas no Jardim Vila Oliveira causou revolta na população, o que culminou em discussões em um grupo de whatsApp de vizinhos do bairro. Os áudios revelam o desgosto dos cidadãos.
O setor tem aproximadamente 9 mil habitantes e localiza-se a 4,9 km da prefeitura de Aparecida. Segundo um dos moradores, o vereador Sandro Oliveira, representante da região, justificou no grupo que a pausa ocorreu por falta de matéria-prima.

Representante
Ao DA, Sandro Oliveira, vereador pelo partido Cidadania e residente há seis anos na Vila Oliveira, explicou que a pavimentação asfáltica está na última fase, que é quando é colocada a capa asfáltica. “A matéria-prima que prevê a capa asfáltica está em falta praticamente em todo o Brasil por causa da pandemia. Eu disse aos moradores que a obra não parou, ocorreu a falta do material, que, segundo informaram, virá de São Paulo, porém, não foi passada a previsão de data de chegada”, disse.

Prefeitura
A Secretaria de Infraestrutura de Aparecida de Goiânia informa que as obras de pavimentação das ruas da Vila Oliveira seguem dentro do cronograma. Informa que neste momento foram finalizadas as bases, que incluem as redes de galerias pluviais e também a compactação e nivelamento do solo. Ainda de acordo com a Seinfra, agora as máquinas entram com a imprimação do solo e posteriormente será implantado o asfalto. A expectativa da Seinfra é de que todo o processo de pavimentação seja finalizado até o mês de agosto.

Compartilhe este post: