Quinta, 25 de Fevereiro de 2021
25 de Fevereiro de 2021

Pesquisa identifica genes importantes contra COVID-19

Um estudo internacional levantou informações sobre genes da população sul-americana que podem ser importantes para o diagnóstico e o desenvolvimento de uma vacina contra a COVID-19 específica para a região. A pesquisa contou com a participação de um bolsista da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).

O alvo do levantamento foram os Human Leukocyte Antigens, ou HLA (sigla da língua inglesa para Antígeno Leucocitário Humano), importantes para a imunização do corpo ao fazer a superfície das células reconhecerem e exibirem as proteínas de agentes infecciosos, como o vírus corona.  Existem cerca de 22 mil tipos conhecidos de genes HLA. Estes são altamente variáveis e com composição diferente em cada população.  A pesquisa abasteceu o Allele Frequency Net Database — banco de dados que é referência mundial em HLA — com os dados sul-americanos, em especial do Brasil.

Segundo Ruy Chacón, bolsista de doutorado da CAPES na Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo (FMVZ) e um dos autores do estudo, os pesquisadores conseguiram aumentar em 2,3 mil vezes o número de informações do Brasil no banco de dados. “Foram mais de 12 milhões de dados novos em registros. E isso é importante porque os dois potenciais usos mais diretos são diagnósticos e vacinas pensados para os genes da região”, explica.

Além de Chacón, participaram da pesquisa David Requena, da  Rockefeller University (Estados Unidos), Aldhair Médico, da Universidad Peruana Cayetano Heredia (Peru), Manuel Ramírez e Obert Marín-Sánchez, da Universidad Nacional Mayor de San Marcos (Peru). O objetivo inicial era ajudar no combate à pandemia no Peru, mas o escopo do trabalho cresceu e o maior beneficiado foi o Brasil.

Compartilhe este post: