Notícias

Policiais goianos integram Operação do Ibama contra garimpo ilegal em aldeia indígena no Pará

Da Redação

Policiais Civis de Goiás, por meio da Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (Core/GT3), participam de uma megaoperação realizada pelo Ministério do Meio Ambiente, Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e Força Aérea Brasileira, com o objetivo de desarticular garimpos ilegais no Pará. A Operação Verde Brasil 2 teve início na última terça-feira (04) e vai durar 12 dias.

Participam da ação quatro policiais goianos, que já ajudaram a desarticular um garimpo ilegal que funcionava nas terras dos índios Mundurukú, no Sul do Pará. De acordo com o balanço preliminar do Ministério do Meio Ambiente, foram apreendidos um trator, 15 motores, 13 acampamentos, uma motosserra e oito compartimentos de combustível.

O delegado coordenador da equipe de Goiás, André Ganga, explica que policiais civis do Estado sempre participam de ações do Ibama e do Ministério do Meio Ambiente. “Desde 2007 a gente dá esse apoio e já participamos em mais de 50 operações como essa. Já atuamos no Maranhão, litoral do Nordeste, São Paulo e em outras áreas complicadas”.

Goiás tem um forte reconhecimento no combate aos crimes ambientais. Para se ter uma ideia, os policiais do Estado foram responsáveis pelo treinamento do Grupo Especial de Fiscalização (GEF), do Ibama, que atua em todo o Brasil. André Ganga afirma que “é muito importante cooperar nessas ações, porque o Estado participa ativamente no combate aos crimes ambientais no país”.

Mayara Ferreira

Estagiária supervisionada pelo editor Jorge Borges

Arquivos relacionados