AparecidaD6

Policiais resgatam jovem de cativeiro e prendem sequestradores em Aparecida

A Polícia Militar do Estado de Goiás (PM-GO) resgatou na última quarta-feira, 8, um jovem de 22 anos vítima de sequestro. Segundo a polícia, o rapaz era mantido em cativeiro em Aparecida de Goiânia e sofria duras agressões. Os familiares entraram em contato com a PM para pedir ajuda após receber uma videochamada dos supostos sequestradores. Dois suspeitos foram presos em flagrante.

Em entrevista ao Diário de Aparecida, a tenente Carla Richter contou que uma prima da vítima teria recebido videochamada com imagens do parente amarrado e que o suposto sequestrador exigia R$ 6 mil para libertá-lo. “Sendo monitorado sem saber, uma tia da vítima marcou um encontro com o suspeito para entregar o valor solicitado em frente a um shopping da cidade. Segundo informações, o suposto sequestrador pediu a um comparsa para se encontrar com a prima no local, onde acabou sendo preso. Após isso, os policiais exigiram que ele ligasse ao suspeito que estava com a vítima informando que já estava com o dinheiro.”

Durante as ações, a polícia fez com que o comparsa mostrasse o local e, quando os agentes entraram, encontraram o homem jogado no chão e sendo espancado com um cabo de enxada pelo suspeito, que também foi preso em flagrante. O homem foi resgatado com vários ferimentos pelo corpo e encaminhado para um pronto-socorro, onde foi atendido e liberado em seguida pela equipe médica. Ainda conforme a PM, o suspeito pelo crime é amigo da vítima. “Durante o resgate, o homem que foi espancado contou que teria pegado uma aliança do colega e a vendido. O que motivou o amigo dele a ameaçar a prima para pegar esse valor de volta da aliança que ele vendeu”, disse a tenente Carla Richter.

Os dois suspeitos foram encaminhados à Central de Flagrantes e devem responder pelos crimes de extorsão mediante sequestro e lesão corporal grave. A PM-GO informou ainda que nenhum dos envolvidos tinha antecedentes criminais. O caso, agora, será investigado pela Polícia Civil.

 

Você pode se interessar:

Comments are closed.

Mais em:Aparecida