Terça, 20 de Abril de 2021
20 de Abril de 2021
Publicidade

Praia Clube sai na frente do Minas na final da Superliga Feminina

Time aurinegro leva o título se vencer o segundo jogo, no sábado (3)

O Dentil Praia Clube saiu na frente na decisão da edição 2020/2021 da Superliga Feminina de vôlei. Nesta quinta-feira (1), o time de Uberlândia (MG) bateu o rival Minas Tênis Clube por 3 sets a 1, com parciais de 25/21, 25/12, 21/25 e 25/22, no Centro de Desenvolvimento de Voleibol (CDV), em Saquarema (RJ).

O segundo duelo do confronto, que reedita a decisão da Superliga 2018/2019, vencida pelo Minas, será no próximo sábado (3), às 21h (horário de Brasília), outra vez no CDV. Às minastenistas, só a vitória interessa para forçar o terceiro jogo na terça-feira (5), no mesmo horário e local. Em caso de mais um triunfo, o Praia garante o segundo título nacional da história (o primeiro foi em 2018).

O primeiro set teve o Praia de ponta a ponta na liderança. Agressiva, a equipe aurinegra cometeu mais erros (sete contra quatro), mas também encaixou mais ataques, com a ponteira Fernanda Garay fechando em 25 a 21.

A parcial seguinte foi totalmente dominada pela equipe de Uberlândia, com Brayelin Martinez inspirada. A ponteira dominicana anotou nove pontos de ataque e foi determinante para o Praia disparar no placar. Sem dar nenhum ponto de graça ao Minas, as aurinegras não tiveram trabalho para cravar 25 a 12, em um bloqueio da central Carol para cima da levantadora Pri Heldes.

As minastenistas acordaram no terceiro set, lideradas pela oposta norte-americana Dani Cuttino e a central Thaísa. As campeãs de 2019 exploraram o bloqueio do Praia, que passou a errar mais vezes. O time de Uberlândia até reduziu de oito para três pontos a diferença, mas um ataque de Cuttino em cima de Fê Garay sacramentou a vitória do Minas por 25 a 21.

O quarto set foi o mais equilibrado. O Minas abriu quatro pontos de vantagem, mas o Praia buscou a igualdade e as equipes se intercalaram no comando do placar até o empate por 15 a 15, quando a central Carol Gattaz atacou para fora e as aurinegras tomaram a dianteira para não mais perderem, fechando em 25 a 22 em uma bola fora da ponteira Kasiely.

Agência Brasil

Compartilhe este post: