Domingo, 07 de Março de 2021
07 de Março de 2021

Preço da cesta básica sobe em 10 das capitais pesquisadas pelo Dieese

Quilo da carne bovina de primeira diminuiu em todas as capitais

O custo do conjunto de alimentos essenciais subiu em fevereiro em 10 capitais das 17 capitais pesquisadas pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).

Segundo a Pesquisa Nacional da Cesta Básica de Alimentos, as altas mais expressivas ocorreram em cidades do Nordeste e do Norte: Fortaleza (6,83%), Recife (6,15%), Salvador (5,05%), Natal (4,27%) e Belém (4,18%). As principais quedas foram observadas em capitais do Centro-Sul: Campo Grande (-2,75%), Vitória (-2,47%), Porto Alegre (-2,02%) e Goiânia (-1,42%).

Segundo a pesquisa, a cesta mais cara foi a de São Paulo, custando R$ 519,76, seguida pelo Rio de Janeiro ques está em R$ 505,55 e por Florianópolis por R$ 493,15. Os menores valores médios foram observados em Aracaju, com valor a R$ 371,22 e em Salvador R$ 395,49.

Entre janeiro e fevereiro, mantiveram-se em alta os preços do açúcar, do arroz agulhinha e do tomate. Já os preços da carne bovina de primeira, do feijão carioquinha e da batata, pesquisados na região Centro-Sul, tiveram redução média na maior parte das cidades. Nesse período, o quilo do açúcar subiu em 15 capitais.

 

Compartilhe este post: