Notícias

Preço da cesta básica sobe em 10 das capitais pesquisadas pelo Dieese

Foto: reprodução/Agência Brasil

O custo do conjunto de alimentos essenciais subiu em fevereiro em 10 capitais das 17 capitais pesquisadas pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).

Segundo a Pesquisa Nacional da Cesta Básica de Alimentos, as altas mais expressivas ocorreram em cidades do Nordeste e do Norte: Fortaleza (6,83%), Recife (6,15%), Salvador (5,05%), Natal (4,27%) e Belém (4,18%). As principais quedas foram observadas em capitais do Centro-Sul: Campo Grande (-2,75%), Vitória (-2,47%), Porto Alegre (-2,02%) e Goiânia (-1,42%).

Segundo a pesquisa, a cesta mais cara foi a de São Paulo, custando R$ 519,76, seguida pelo Rio de Janeiro ques está em R$ 505,55 e por Florianópolis por R$ 493,15. Os menores valores médios foram observados em Aracaju, com valor a R$ 371,22 e em Salvador R$ 395,49.

Entre janeiro e fevereiro, mantiveram-se em alta os preços do açúcar, do arroz agulhinha e do tomate. Já os preços da carne bovina de primeira, do feijão carioquinha e da batata, pesquisados na região Centro-Sul, tiveram redução média na maior parte das cidades. Nesse período, o quilo do açúcar subiu em 15 capitais.

 

Você pode se interessar:

Comments are closed.

Mais em:Notícias