Terça, 21 de Setembro de 2021
21 de Setembro de 2021
Publicidade

Prefeito Rogério Cruz participa de lançamento da Campanha Maio Laranja

O prefeito de Goiânia, Rogério Cruz, participou na manhã de hoje (18/5) da  caminhada de lançamento da campanha Maio Laranja, ação nacional de combate ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes. Na ocasião, o prefeito reafirmou o compromisso de trabalhar junto com os Conselhos Tutelares, Guarda Municipal e as forças de segurança para ajudar no combate a esse tipo de crime. A Prefeitura vem realizando uma série de atividades para conscientizar a população sobre a importância de proteger crianças e adolescentes.

Cruz destacou, durante o discurso, que tem fortalecido o trabalho em conjunto com os Conselhos Tutelares que vêm atuando para garantir a implantação das sedes dos órgãos em cada região da capital.  “Estamos avançando com o projeto das sedes próprias dos Conselhos Tutelares em cada região. É um compromisso da nossa gestão e temos ciência dessa importância”, disse, fazendo questão de ressaltar o trabalho dos conselheiros em parceria com a Guarda Civil e as polícias Civil e Militar.

O prefeito afirmou ainda que a frase “Todos juntos contra a exploração e o abuso sexual infantil” precisa estar na mente de cada cidadão. “Para que todas as nossas crianças sejam bem tratadas, seja em casa, na escola, em todo lugar. Crianças precisam ser protegidas e respeitadas”, disse.

A caminhada teve início na GO-070, na rotatória do Hospital Estadual de Urgências da Região Noroeste de Goiânia Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol). Foram soltos balões laranjas para marcar o início da campanha. Cruz estava acompanhado de secretários e vestia camiseta da campanha. Todos seguravam placas com frases contra o abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes.

A Prefeitura vem realizando ações dentro da Campanha Maio Laranja ao longo do mês. O prefeito, a primeira-dama Thelma Cruz e o secretário de Educação, professor Wellington Bessa, participaram de um webinário com o tema “Ação 18 de maio: impactos da pandemia no contexto da violência sexual”. Entre outros temas, foi discutida a importância de quem está na escola ter a sensibilidade e o conhecimento para identificar e conduzir casos de abuso e violência sexual contra os alunos.

Compartilhe este post: