Notícias

Prefeitura de Aparecida instala tendas em frente as agências da Caixa

Com a disponibilização do auxílio emergencial nas agências da Caixa Econômica Federal, muitos aparecidenses têm enfrentado horas em pé embaixo do sol quente. Para amenizar esse problema e promover maior segurança aqueles que precisam ir até a agência para buscar o recurso, a Prefeitura de Aparecida de Goiânia, por meio da Secretaria de Governo, decidiu instalar tendas nos pontos onde as pessoas formam as filas.

As estruturas começaram a ser instaladas no último sábado (16), em frente as agências dos setores Residencial Village Garavelo, Cidade Livre e Setor Garavelo, e devem permanecer durante o tempo indeterminado. Funcionários da administração municipal também serão colocados nesses locais para ajudar na organização das filas fora da agência, evitando a aglomeração das pessoas.

“Essa é uma ação conjunta da Prefeitura em prol da saúde das pessoas que precisam ir até as agências para buscar o auxílio. Além de dar um pouco de conforto, essa medida visa combater a transmissão do novo coronavírus no local, pois os servidores da secretaria estarão contribuindo com os agentes da SMTA na fiscalização, garantindo o distanciamento entre as pessoas e que todos estejam utilizando máscara”, disse o secretário de Governo, Johnathan Medeiros.

Outra ação realizada pela Prefeitura para diminuir o problema com aglomeração de pessoas em frente às agências da Caixa Econômica Federal em Aparecida foi a demarcação, com setas, indicando o posicionamento das pessoas nas filas. Esta ação foi realizada em abril, pela Secretaria Executiva de Mobilidade e Trânsito (SMTA). Além da demarcação, agentes da SMTA auxiliam as pessoas na organização das filas e do trânsito das imediações, dando mais segurança aos que precisam do auxílio emergencial.

Orientação

As tendas instaladas nas portas das três agências da Caixa Econômica Federal com maior fluxo de pessoas conterão faixas orientativas sobre a necessidade do uso de máscara e da importância do distanciamento social como prevenção e combate à transmissão da Covid-19.

Mayara Ferreira

Estagiário supervisionado pelo editor Jorge Borges

Arquivos relacionados