GovernoNotícias

Prefeitura de Goiânia começa a fiscalizar o uso de máscaras

Acessório passou a ser obrigatório na capital e multa para quem não estiver usando em locais públicos é de R$ 627

A Prefeitura de Goiânia, por meio da Guarda Civil Metropolitana (GCM) e da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), iniciou na manhã desta quarta-feira (24) uma ação de fiscalização e conscientização sobre a importância do uso da máscara de proteção durante a pandemia do coronavírus. As equipes estiveram no Parque Flamboyant, região sul da capital, e abordoram frequentadores, que foram avisados da nova medida que se tornou obrigatória na cidade.

Quem estiver em locais públicos ou até mesmo dentro carro sem máscara poderá ser multado em R$ 627.

De acordo com o comandante da GCM, Wellington Paranhos, o trabalho dos guardas será de conscientização da população sobre a importância do uso do equipamento e do distanciamento social. “Se todo mundo fizer a sua parte, mais atividades serão flexibilizadas, assim, em breve tudo voltará ao normal”, falou.

Segundo a Vigilância Sanitária de Goiânia, que também participou da ação, a multa será aplicada assim que os agentes encaminharem o pedido ao órgão.

“Por se tratar de uma infração sanitária, a obrigatoriedade se torna ainda mais importante, pois a falta do acessório estará colocando a pessoa e quem estiver ao ser redor ainda mais sujeita à contaminação”, alertou o coordenador da Central de Fiscalização Covid-19  de Goiânia, Dagoberto Costa.

A exigência é por tempo indeterminado, enquanto vigorar o estado de emergência no município, previsto no Decreto n° 736, de 13 de março de 2020.

Gustavo Martins

Estagiário supervisionado pelo editor Jorge Borges

Arquivos relacionados