Segunda, 08 de Março de 2021
08 de Março de 2021

Prefeitura está em alerta durante período chuvoso

Secretarias trabalham nos serviços de limpeza, manutenção, reparos e assistência a famílias atingidas pelas chuvas na capital

A força-tarefa, instituída pelo prefeito em exercício de Goiânia, Rogério Cruz, continua em alerta para realizar serviços de limpeza, manutenção, reparos e assistência a famílias atingidas pelas chuvas na capital.

Só nesta quinta-feira (14/1), choveu mais de 50mm/h em Goiânia e nos primeiros dias do ano 80% do previsto para janeiro. Nos próximos dias, há previsão de mais pancadas de chuva e fortes rajadas de vento, o que preocupa o executivo municipal.

Desde o último final de semana, cerca de 100 árvores caíram na capital e equipes da Companhia de Urbanização de Goiânia (Comurg) trabalham diariamente para remover galhadas das vias públicas. Outras ações do órgão consistem na remoção de entulho, lama, varrição e reparos em proteções de pontes e bueiros da cidade.

Já equipes de operários da Secretaria de Infraestrutura Urbana (Seinfra) trabalham na limpeza de bocas de lobo, desobstrução de pontes, contenção de erosões e operação de tapa-buraco.

Enquanto isso, técnicos da Secretaria de Desenvolvimento Humano e Social estão atentos a situações de famílias atingidas em áreas de risco e oferecem apoio e encaminhamento para abrigos do município.

O foco das intervenções está em diversos pontos da cidade afetados e atenção especial no monitoramento das áreas de riscos com a proteção e assistência às famílias atingidas e a manutenção dos espaços públicos da capital. Para isso, há um efetivo de servidores e maquinários de diversas secretarias.

Integram essa frente ainda as secretarias de Planejamento Urbano e Habitação (Seplanh), Mobilidade (SMT) e Agência Municipal do Meio Ambiente (Amma).

Até agora, a maior parte de bairros atendidos está nas regiões da Vila Redenção, Jardim América, Vila Aurora, Parque Amazônia, Setor Coimbra, Vila Roriz, São José e em avenidas de grandes fluxo que cortam a capital, T-2, T-9 e marginal Cascavel.   Fonte: Luciano Joka, da Diretoria de Jornalismo

Compartilhe este post: