Segunda, 20 de Setembro de 2021
20 de Setembro de 2021
Publicidade

Prefeitura realiza melhorias em condomínio de luxo e ignora famílias em área de risco

Aparecidenses enviaram imagens de máquinas públicas consertando as galerias pluviais do Jardins Mônaco e indagaram por que o poder público não atende os cidadãos que moram em casas prestes a cair em erosão

Moradores do Conjunto Santa Fé, Cidade Vera Cruz e Conjunto Estrela do Sul, todos bairros vizinhos do Condomínio Jardins Mônaco, enviaram fotos de máquinas da Secretaria de Infraestrutura de Aparecida (Seinfra) realizando serviços na entrada do luxuoso residencial. Em tom de indignação, eles compararam a presteza da prefeitura em atender os moradores do condomínio com a lentidão quando se trata em atender a população socialmente vulnerável.

Indignação
“Não é justo a prefeitura aparecer com aparato de quase 20 máquinas e homens para fazer uma reforma na rotatória do Jardins Mônaco para melhorar e ficar ainda mais bonita a entrada do condomínio. Não temos nada contra os moradores do condomínio, nossa queixa é contra a prefeitura. Enquanto um monte de gente está precisando de asfalto nos setores mais humildes, as máquinas fazem filas para melhorar a vida dos nossos vizinhos ricos e que podem muito bem entrar na fila de espera para receber os benefícios. Têm pessoas em Aparecida que estão com as casas caindo dentro de erosão e as autoridades arrumando entradinha de condomínio. Por que isso? Só por que o povo é rico?”, indagou um denunciante.

Perigo
Uma das denunciantes citou o exemplo da casa dos seus avós, no Jardim Bela Vista, que está prestes a ser tragada por uma erosão que a cada ano fica pior. “Meus avós estão aterrorizados com o perigo de a casa cair pela ameaça de um desabamento, ainda mais que as próximas chuvas estão previstas para a segunda quinzena do mês de outubro”, disse em tom de preocupação a neta dos idosos, pedindo o resguardo da identidade.

O casal de idosos vive o mesmo drama que as 12 famílias da Rua 5, Quadra 6, lotes 1 ao 12 do Setor Santa Luzia. O Diário de Aparecida publicou no dia 22 de julho de 2021 / Edição nº 2.762, uma matéria em que ressaltou o perigo de uma tragédia iminente aos moradores dessa área de risco. São mais de dez casas com paredes rachadas e piso mole, que balançam, levando as famílias ao desespero e a cogitarem abandonar suas residências. A maioria tem seus lotes escriturados, apesar de a área ser de preservação ambiental.

Seinfra confirma benfeitorias nas proximidades do residencial e deixa o povo sem resposta

Referente à matéria das 12 famílias da área de risco, a Secretaria Municipal de Comunicação (Secom) não respondeu à nossa solicitação. Contudo, o espaço permanece disponível para que a gestão municipal, caso enxergue a gravidade do problema e o perigo que esses aparecidenses estão correndo, possa enviar a resposta reivindicada aos cidadãos e contribuintes que clamam por socorro.

Sobre o maquinário da Seinfra em frente ao Jardins Mônaco, a Secom confirmou de fato se tratar de uma ação de melhorias aos condôminos.

Confira a nota na íntegra:
A Secretaria de Infraestrutura de Aparecida de Goiânia informa que as máquinas estão trabalhando na correção do asfalto nas proximidades do condomínio horizontal. Entre os serviços que estão sendo realizados está a melhoria das redes de galerias pluviais para melhor escoamento das águas das chuvas. A Seinfra informa que o serviço é preventivo, evitando maiores problemas de alagamento na região no período chuvoso. (A.P.A.)

Compartilhe este post: