Sábado, 24 de Julho de 2021
24 de Julho de 2021
Publicidade

Prof. Alcides pode trocar
PP pelo Partido Liberal

Helton Lenine 

O presidente nacional do Partido Liberal, Valdemar Costa Neto, formulou convite ao deputado federal Professor Alcides (foto) para ingressar na legenda. Como se sabe, o Professor Alcides está insatisfeito com o tratamento que recebe do comando do Progressistas em Goiás. A deputada federal Magda Mofatto respalda a iniciativa da direção nacional do PL.

Intimação
A juíza Zilmene Gomide da Silva Manzolli, da 4ª Vara da Fazenda Pública do Estado de Goiás, intimou a Assembleia Legislativa de Goiás e o Tribunal de Contas do Estado para manifestarem interesse de integrar a ação de improbidade que corre contra Marconi Perillo (PSDB) pela não aplicação do mínimo constitucional na área da saúde.

A ação
O ex-governador de Goiás Marconi Perillo foi acionado por ato de improbidade administrativa em 2018 por ter, segundo o Ministério Público, deixado de investir cerca de R$ 553 milhões na área da saúde, apenas para o cumprimento do mínimo constitucional de 12% dos recursos com impostos nos anos de 2011, 2014, 2015, 2016 e 2017.

Bens
Ao receber a denúncia contra Marconi Perillo, a Justiça decretou a indisponibilidade dos bens do tucano até o valor de R$ 553 milhões, abrangendo valores em contas bancárias, imóveis e veículos, constrição necessária à reparação dos danos causados ao erário. A ação é da promotora Villis Marra, da 78ª Promotoria de Defesa do Patrimônio Público.

Novo exame
O prefeito Gustavo Mendanha (MDB) deve realizar, hoje, novo exame para saber se contraiu ou não a Covid-19. O teste da última segunda-feira apresentou relatório laboratorial “inconclusivo”.

Estabilidade
Ex-deputado Léo Mendanha, pai do prefeito Gustavo Mendanha, segue internado na UTI do Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, com quadro clínico inalterado.

Inflamação
Mayara Mendanha, que testou positivo para a Covid-19, tem 5% dos pulmões inflamados, segundo informam os médicos da Clínica Santa Mônica, onde foi examinada.

Segunda troca
A saída de Bruno Rocha Lima da Secom é a segunda mudança feita por Rogério Cruz na Prefeitura de Goiânia e integra a reforma do secretariado, iniciada com a troca de Andrey Azeredo na Secretaria de Governo.

Nova mexida
A próxima substituição a ser feita por Rogério Cruz vai ocorrer na Companhia de Desenvolvimento de Goiânia (Comurg), com a saída de Aristóteles de Paula.

Pressão
A minirreforma administrativa promovida por Cruz é resultado da pressão feita pelo Republicanos e pela Igreja Universal do Reino de Deus por espaço na Prefeitura de Goiânia.

Respaldo
Daniel garante que o MDB vai prosseguir no respaldo a Rogério Cruz, independente da quantidade de cargos que ocupa na Prefeitura de Goiânia.

Plano de governo
Surpreso com as mudanças no secretariado em apenas 80 dias de gestão, Daniel Vilela espera que Rogério Cruz cumpra os compromissos firmados por Maguito Vilela com os goianienses.

Plano de governo II
Daniel Vilela aponta as metas definidas na campanha eleitoral de 2020 em Goiânia: hospital municipal, casas populares, melhoria no transporte coletivo, projeto Cidade Inteligente, além do IPTU Social e o Renda Família já implantados.

Rogério Cruz troca comando da Secom
O prefeito de Goiânia, Rogério Cruz (Republicanos), publicou e assinou a exoneração do secretário municipal de Comunicação, Bruno Rocha Lima. Para o seu lugar, foi nomeado Marcos Teixeira (foto), que estava ocupando a Diretoria de Comunicação da Câmara Municipal. Bruno foi indicação pessoal de Daniel Vilela, presidente do MDB de Goiás.

RESUMO

Professor Alcides tem o respaldo de 33 prefeitos, vice-prefeitos e dezenas de vereadores em todas as regiões do Estado, o que fortalece o seu projeto de disputar a reeleição para a Câmara Federal em 2022.

Após o choque com a internação e morte de Maguito Vilela, os emedebistas goianos estão agora apreensivos com a contaminação de familiares do prefeito Gustavo Mendanha.

DEM, Podemos e PSC disputam o “passe” da ex-senadora Lúcia Vânia, que volta a disputar eleições, possivelmente à Câmara Federal.

Vice-governador Lincoln Tejota (Cidadania/foto) critica políticos goianos negacionistas que agem contra as medidas de combate à Covid-19 adotadas pelo governo de Goiás e pelos prefeitos. “Não serão perdoados pela população.”

Compartilhe este post: