Terça, 20 de Abril de 2021
20 de Abril de 2021
Publicidade

Proposta de redução do ITCD será avaliada pela secretaria da economia de Aparecida

Indústrias que receberam doações de áreas em aparecida querem escriturar os terrenos com imposto de transmissão de apenas 2%

O secretário de Desenvolvimento Econômico de Aparecida, Marlúcio Pereira, se reuniu na manhã de ontem, 18, com a secretária estadual da Economia, Cristiane Schmidt, para apresentar uma minuta do projeto que estabelece a redução do Imposto de Transmissão Causa-Mortis e Doação (ITCD) de 8% para 2% aos empresários de Aparecida que receberam áreas doadas e querem regularizar as suas escrituras.

Marlúcio explicou à secretária que a Prefeitura de Aparecida pretende entregar, até o mês de março, 400 escrituras a empresários aparecidenses. O documento levado a Cristiane Schmidt explica que a cobrança do ITCD pela alíquota cheia não leva em consideração os investimentos que os empresários fizeram na construção das suas fábricas e na infraestrutura dos loteamentos onde estão localizados. Ele disse que a obrigação de pagamento do ITCD pela alíquota cheia vai desestimular os empresários e inclusive impedir novos investimentos na economia do município.

O secretário de Desenvolvimento Econômico disse ao Diário de Aparecida acreditar que o pedido dos empresários vai ser atendido. “Faltam apenas alguns ajustes e dados solicitados pela secretária para anexação ao documento para recebermos a resposta. Se for favorável, o projeto logo será apresentado ao governador Ronaldo Caiado e depois segue para ser votado na Assembleia, onde tenho certeza de que será aprovado”, disse em tom otimista.

O encontro com a secretária estadual da Economia foi promo-vido pelo deputado estadual Jeferson Ro-drigues (Republica-nos). Participou o pre-sidente da Associação Comercial e Industrial de Aparecida de Goiâ-nia (Aciag), Leopoldo Moreira, dentre outras lideranças classistas do município.

Compartilhe este post: