Quarta, 03 de Março de 2021
03 de Março de 2021

Reconstrução asfáltica começa por Campinas e Setor Bueno

Ruas e avenidas de 110 bairros em sete regiões de Goiânia serão recuperadas

A Prefeitura de Goiânia está realizando a reconstrução de 630 km de ruas, avenidas e trechos de vias de Goiânia. Serão beneficiados 110 bairros das sete regiões da cidade. Os serviços começaram, pela Avenida Mutirão, no Setor Bueno, na Região Sul, e na Rua José Hermano, em Campinas, na Região Central. Para evitar grande impacto no trânsito, os serviços estão sendo executados à noite.

No próximo mês serão atendidos os bairros Jardim Guanabara, Setor Jaó, Setor Santa Genoveva, Conjunto Vera Cruz, Jardim Novo Mundo e Bairro Goiá. E, na medida em que os projetos executivos de cada setor forem concluídos, os trabalhos serão executados nas vias programadas.

De acordo com o projeto, a Rua José Hermano será reconstruída entre a Avenida Castelo Branco e a Avenida Ribeirão Anicuns, totalizando 2.203,72 m de extensão e 20.053,85 m2 de área. Em todo o bairro será reconstruída uma área de 257.535,61 m2. Nessa região, que inclui também o Setor Leste Universitário, a área a ser reconstruída é de 457.694,54 m2.

Já na Avenida Mutirão, na Região Sul, será totalmente reconstruída, numa extensão de 1.641,69 m e 27.908,73 de área. Nessa Região, que inclui também o Setor Oeste, será reconstruída uma área de 903.877,40 m2.

“Goiânia é uma cidade com índice de crescimento impressionante. Minha preocupação é proporcionar melhores condições de vida à população. Vivi muitos anos aqui em Campinas, numa rua de terra, sei o que é viver em uma casa com poeira de dia e de noite. O asfalto que fizemos no passado, em alguns lugares há meio século, deteriorou. Vamos reconstruir o asfalto de mais de 100 bairros, todo a pavimentação degradada da cidade será recuperada, quilômetros de ruas e avenidas”, declarou o prefeito Iris Rezende durante vistoria dos trabalhos na Rua José Hermano, em Campinas.

Segundo o secretário de Infraestrutura e Serviços Públicos, Dolzonan da Cunha Mattos, o cronograma de serviços se inicia por essas duas vias, mas a intenção é ter frentes de trabalho em bairros de cada um dos lotes do programa.

“Estamos iniciando os serviços pelos bairros, cujos projetos executivos já foram concluídos, mas estamos agilizando para que possamos ter frentes de serviços simultâneas em todas as regiões da cidade”, informa.

Trânsito

Na Mutirão, o tráfego de veículos não foi interrompido, apenas direcionado para uma das pistas. A primeira etapa, entre as Avenidas 85 e T-7, deve durar, no máximo, oito dias.

Já na Rua José Hermano, em Campinas, a partir de hoje, a via estará interditada entre as Avenidas Castelo Branco e Anhanguera, e o trânsito foi desviado para a Rua Jaraguá. A Rua Mato Grosso, entre as ruas Quintino Bocaiúva e a José Hermano, também foi interditada e somente com acesso local.  A primeira parte do trabalho deve durar no máximo dois dias.

Reconstrução

O programa vai contemplar bairros de todas as regiões da cidade, abrangendo uma área de 7.436.519,17 m². Serão beneficiadas 218 ruas de 11 bairros da Região Sul; 142 de 33 bairros das Regiões Norte e Leste; 151 vias de 41 bairros das Regiões Oeste, Sudoeste e Noroeste; e 117 de 22 bairros da Região Central.

A primeira fase do programa de reconstrução de 630 km de ruas, avenidas e trechos de via, que é a elaboração do projeto executivo, teve início no dia 18 de março, com os levantamentos topográficos e de solo do pavimento asfáltico das vias que serão recuperadas.

Durante essa etapa, técnicos estão coletando dados topográficos, geotécnicos e de deflexão e índice de regularidade do pavimento. Dos dados coletados a partir do estudo desses levantamentos é elaborado o projeto executivo, que orienta a reconstrução propriamente dita de acordo com as normas técnicas.

Compartilhe este post: