Quarta, 21 de Abril de 2021
21 de Abril de 2021
Publicidade

Rede estadual terá mais 22 escolas em tempo integral

Em 2021, a Secretaria de Educação de Goiás (Seduc) pretende converter 22 escolas regulares em Centros de Ensino em Período Integral (Cepis). A ação faz parte do plano de expansão das escolas de tempo integral em Goiás, que foi apresentado ao governador Ronaldo Caiado na segunda-feira (8/2), em webconferência.

Participaram da reunião representantes do Instituto Natura e Instituto Sonho Grande, superintendentes da Seduc, coordenadores regionais de Educação e a secretária de Estado da Educação, Fátima Gavioli.

A seleção dos novos Cepis vai passar pelas Coordenações Regionais de Educação (CREs). A partir de uma lista de unidades elegíveis, encaminhada pela Seduc, as CREs vão definir as escolas com maior potencial para serem transformadas em escolas de tempo integral.

Critérios para criação

Para que a expansão do ensino em tempo integral seja efetiva, no entanto, é preciso seguir alguns critérios para criação de Cepis, como explicou a superintendente de Educação Integral da Seduc, Márcia Antunes.

“Não basta simplesmente abrir escolas. É preciso ter uma infraestrutura mínima e garantir que esse aluno tenha um ensino integral. A gente não quer que o aluno apenas passe o dia inteiro na escola, e sim que ele saia de lá capacitado para o futuro e para o ingresso no mercado de trabalho”, afirmou a superintendente Márcia Antunes.

Para tornar-se um Cepi em Goiás, a escola precisa atender os seguintes critérios de infraestrutura: possuir oito salas de aula, cozinha e refeitório, pátio coberto, laboratórios, biblioteca e vestiário. A unidade deve atingir, ao menos, 3 desses critérios e possuir espaço para construção da estrutura restante.
 

Meta de crescimento do PNE

O plano de expansão das escolas de tempo integral em Goiás visa alcançar a meta do Plano Nacional de Educação (PNE) de atender, até 2025, 25% dos estudantes da Educação Básica em escolas de tempo integral. Para atingir a meta, Goiás precisa atrair mais estudantes para esse modelo de ensino e implantar 220 novos Cepis até 2025.
Escola de tempo integral em Rio Verde

Diferencial das escolas em tempo integral

Nos Cepis, os estudantes passam 9 horas na escola, com aulas, projetos e atividades de manhã e à tarde. O aluno recebe três refeições ao longo do dia (café da manhã, almoço e lanche da tarde). O currículo da escola em tempo integral inclui, além de disciplinas do Núcleo Comum, que são obrigatórias a todos os estudantes, disciplinas optativas que são escolhidas de acordo com o interesse dos alunos – as eletivas.

Mais que aulas teóricas, os Cepis oferecem práticas de laboratório, projetos científicos, clubes juvenis, preparatório para Enem e vestibulares (Pós Médio) e o Projeto de Vida, voltado para o autoconhecimento e planejamento do futuro. Todos os estudantes também são acompanhados por um professor tutor, que irá auxiliar o aluno em seu desempenho escolar e desenvolvimento do seu Projeto de Vida.

Foco na formação integral

De acordo com a diretora do Instituto Inspirare, Anna Penido, o grande foco da educação integral é a formação completa do indivíduo, em todas as suas dimensões: intelectual, física, emocional, cultural e social. Portanto, a educação integral vai muito além do tempo que se passa na escola e também deve ser uma realidade das unidades de tempo parcial.

“A partir da BNCC, está colocado que todos os currículos de todas as escolas do Brasil têm que promover o desenvolvimento dos estudantes em todas as suas dimensões: intelectual, física, cultural, social e emocional. E quando a gente tem mais tempo a gente consegue fazer isso de maneira mais aprofundada”, esclareceu a diretora.

O estudante Geovanni Alves, que concluiu o Ensino Médio no Cepi Pedro Gomes, conta que a formação integral foi determinante para ele e seu colegas: “O ensino integral não é uma coisa só voltada para conteúdo, matéria, é voltada para uma formação completa, formação de caráter da pessoa. E permite que as pessoas que chegam aqui sem perspectiva de vida, sem perspectiva de futuro, saiam daqui com sonhos, com projetos de querer ir além daquilo que já tem”.
 

Compartilhe este post: