Sábado, 08 de Maio de 2021
08 de Maio de 2021
Publicidade

“Reforma de escola já foi moeda política”, diz Lincoln Tejota

O Governo de Goiás vai repassar para mais de meio milhão de alunos da rede estadual de educação, o valor global de R$ 15 milhões por mês no Cartão Alimentação, lançado nesta terça (04/05), pelo governador Ronaldo Caiado. Com contrapartida à verba federal de R$ 7 reais por aluno/mês, destinada à merenda, o Governo Estadual vai completar até o total de R$ 30 por aluno. “No âmbito e na conjuntura nacional, pouquíssimos estados conseguem complemento maior”, disse a secretária da Educação Fátima Gaviolli.

No discurso, ela ressaltou, ainda, o papel do vice-governador como coordenador do Goiás de Resultados junto às ações da Educação. “ O programa coordenado por Lincoln Tejota tem nos ajudado muito na nossa Agenda Goiana Integrada para Resultados, e o vice-governador está atuando em conjunto com nossos esforços para um padrão de qualidade mínimo das escolas e da aprendizagem”, disse a secretária.

Além do Cartão Alimentação, com valor cumulativo por filho matriculado, as famílias vão receber o kit alimentação montado pela maioria das escolas da rede, com recursos remanescentes e hortas próprias. “Aluno não aprende com fome”, lembrou o vice-governador, ao destacar os esforços do governador Ronaldo Caiado e da primeira-dama Gracinha Caiado, gestora do Fundo Protege, para com a Educação.

“Todas as escolas do Estado estão sendo reformadas com qualidade, alunos com material escolar, uniformes, quadras esportivas e laboratórios. Nunca se viu algo assim antes. Benefício para escola já foi moeda política em Goiás. O resgate dessa gestão é do direito fundamental à educação. Aluno não tem partido, professor não tem partido”, declarou Tejota. E acrescentou: “O governador tem trabalhado incansalvelmente para que Goiás tenha uma educação forte, pois isso é a base para um futuro brilhante da próxima geração”.

Compartilhe este post: