Quinta, 05 de Agosto de 2021
05 de Agosto de 2021
Publicidade

Rogério Cruz e Cristina Lopes entregam documentos de legalização para Índios Warao

O prefeito de Goiânia, Rogério Cruz, acompanhado na primeira-dama, Thelma Cruz, e da secretária municipal de Direitos Humanos, Cristina Lopes, vai entregar nesta quinta-feira (15/4) 25 documentos de legalização emitidos pela Polícia Federal (PF) para os Índios Warao (venezuelanos) que escolheram a capital goiana como moradia. Goiânia conta com uma população que varia de 120 a 170 pessoas dessa etnia. Além disso, cestas básicas serão entregues para as famílias beneficiadas com o documento.

Segundo estimativa da Secretaria Municipal de Direitos Humanos, desde a sua chegada na capital, em dezembro de 2019, pessoas desta comunidade elegeram a região central para morar. No geral, estão concentrados nas proximidades do Terminal Rodoviário, no Setor Norte Ferroviário, Criméia e Urias Magalhães.

A Prefeitura de Goiânia, por meio da Secretaria Municipal de Direitos Humanos, contribui com apoio a essa comunidade desde a sua chegada. Como grande parte das pessoas desta etnia não falam a língua local, a secretaria realiza apoio humanitário. A pasta disponibiliza intérpretes, faz a mediação cultural para os refugiados em atendimentos de saúde na atenção primária, urgência e hospitalização, em atendimentos jurídicos, bancos, cartórios e delegacias. Além disso, disponibiliza todo o suporte necessário para que tenham acesso a serviços socioassistenciais, como cadastro único, bolsa família e auxílio emergencial.

A Secretaria Municipal de Direitos Humanos Regularização foi responsável por dar todo apoio necessário para que esses imigrantes realizassem a regularização documental na PF pra emissão dos documentos de legalização, que são considerados como a identidade do imigrante. Segundo a pasta, desde o início da pandemia, cerca de 120 atendimentos foram realizados pela PF para pessoas desta comunidade, todos com o apoio irrestrito da Prefeitura de Goiânia.

Compartilhe este post: