Quinta, 15 de Abril de 2021
15 de Abril de 2021

Saúde começa a distribuir 30 mil kits de testes rápidos da Covid-19

O secretário Ismael Alexandrino disse que tem um protocolo de realização dos testes, destinados a pacientes assintomáticos, e que atuam nas áreas da Saúde e da Segurança Pública

O secretário de Estado da Saúde, Ismael Alexandrino, disse nesta terça-feira, dia 14, durante entrevista ao radiojornal O Mundo em sua Casa das rádios Brasil Central AM e RBC FM, que a Pasta inicia hoje a distribuição de 30 mil kits de testes rápidos da Covid-19.

Mas lembrou que existe um protocolo de realização dos testes, que serão destinados a pacientes que tiveram sintomas e que estão assintomáticos, e que atuam nas áreas da Saúde e da Segurança Pública, entre outros. “É mais no sentido de retorná-los à atividade do que propriamente o diagnóstico”, ressaltou.

Ismael Alexandrino alertou que o diagnóstico do teste rápido não é fidedigno. Se o contato da pessoa com o novo coronavírus foi antes de sete dias, a chance de o resultado dar um falso negativo é muito grande, explicou. Mas até 14 dias tem a possibilidade de dar falso negativo. “Então é importante que se calibre a expectativa em relação a esse teste rápido, porque ele não é a panaceia, não é para matar a curiosidade, tem indicação muito específica. A gente utilizará sim, mas com cautela”, acrescentou.

Compartilhe este post: