Terça, 20 de Abril de 2021
20 de Abril de 2021
Publicidade

Secom de Aparecida proíbe secretários municipais de falar com a imprensa

Secretário interino de Segurança diz que só pode atender a entrevistas ou reportagens “passadas pela Secretaria municipal de Comunicação”

Procedimento conhecido nacionalmente como “lei da mordaça”, os secretários do prefeito Gustavo Mendanha (MDB) foram proibidos pela Secretaria municipal de Comunicação de falar diretamente com os veículos de imprensa. Pelo menos, a se acreditar no secretário interino de Segurança, Roberto Cândido, que alegou textualmente não poder responder aos questionamentos do Diário da Aparecida, a menos que os assuntos visados “passassem pela Comunicação”.

Segundo Roberto Cândido, em declarações gravadas, “a orientação que a gente tem é que todas as entrevistas, todas as reportagens têm que ser passadas deles para a gente”. Em seguida, abruptamente, desligou o telefone, em um gesto de falta de educação que mostra despreparo para ocupar a pasta que representa a principal promessa de campanha do prefeito Gustavo Mendanha, na eleição do ano passado, a Secretaria de Segurança.

É enorme a dificuldade para obter informações junto a prefeitura de Aparecida. A equipe da Secretaria Municipal de Comunicação ignora quaisquer pedidos ou perguntas, sem qualquer explicação. O Diário de Aparecida registra que, nas áreas de comunicação do governo do Estado ou de prefeituras importantes como as de Goiânia, Anápolis ou Senador Canedo, sempre tem atendimento cordial e imediato, com o esclarecimento de todos os pontos eventualmente apresentados.

Alguns secretários do prefeito Gustavo Mendanha também respondem diretamente e não criam obstáculo para o acesso a fatos nas suas respectivas áreas na prefeitura – atitude correta. A tentativa de controle do fluxo de informações, em qualquer área governamental, é universalmente considerada como censura e é condenável. 

Ouvida, a Secom municipal de Aparecida surpreendentemente respondeu, mas para confirmar a diretriz para que os secretários não falem diretamente com jornalistas. “Desde sempre a orientação é falar com a assessoria antes de conversar com os secretários e prefeito ou vice. Nós estamos aqui para atender todas as demandas da imprensa”, disse a secretaria em mensagem resumida ao Diário de Aparecida. Equivocadamente, lamentamos.

Por Redação

Compartilhe este post: