Terça, 20 de Abril de 2021
20 de Abril de 2021
Publicidade

Secretário da Fazenda diz que está proibido pela Secom de dar explicações

A responsabilidade pela condição regular da situação fiscal da prefeitura de Aparecida é da Secretaria municipal de Fazenda, cujo titular é o economista André Rosa – que foi mantido no cargo no 2º mandato do prefeito André Rosa, apesar de figurar como alvo de uma investigação da Polícia Civil que apura desvios no Hospital Municipal.

Para esclarecer a questão do cadastro negativo e da vedação do acesso de Aparecida a verbas federais, o Diário de Aparecida tentou contato diretamente com o secretário André Rosa, que informou estar proibido de prestar informações à imprensa e só dar declarações através da Secretaria Municipal de Comunicação (Secom), que seria a responsável por coordenar a relação da prefeitura com os veículos de comunicação.  

Na prática, é uma espécie de Lei da Mordaça, que visa mais a ocultar fatos do que atender a qualquer outra finalidade. Mesmo assim, a reportagem enviou através de e-mail para a Secom as seguintes perguntas, entre outras:

1) “Por que Aparecida está na lista negra do governo federal e não pode acessar recursos da União?”.

2) “É por isso que o prefeito disse que os recursos para combater a Covid-19 estão se esgotando?”.

3) “Quais ações estão sendo tomadas para solucionar esse problema?”.

Após encaminhadas essas questões, o Diário de Aparecida aguardou por 2 dias, mas nenhuma resposta foi dada pela Secom.

Compartilhe este post: