Goiás

Shopping Estação Goiânia anuncia reposicionamento

O centro de compras e convivência situado no Setor Norte Ferroviário investe em diversificação de lojas e serviços para atender ao público da região metropolitana que passará pelo local com a inauguração do BRT e da Leste Oeste, entre outros acessos

Fundado em 2007 e perto de chegar a seu debut, o Shopping Estação Goiânia vem se consolidando pela oferta diversificada de serviços ao público: atualmente, além de moda, abriga também faculdade, academia, loja de material de construção, entre outros. O equipamento passa agora por um reposicionamento para aprimorar sua vocação, trazendo referências internacionais em sua nova estrutura, com previsão de entrega da primeira fase para o primeiro trimestre de 2022.

O anúncio da reformulação foi feito em almoço com a imprensa e formadores de opinião, transmitido virtualmente a lojistas convidados de todo Brasil, na quinta, 7 de outubro, no restaurante Ciao Ciao Cucina, em Goiânia, com a presença do grupo empreendedor e sua equipe técnica.

“Foram meses de pesquisa e planejamento para se chegar a um modelo contemporâneo, que traduzisse a nossa vocação e estivesse alinhada com as necessidades do público, especialmente após a pandemia”, considerou Fernando Maia, CEO da Saga Malls, sócia do empreendimento.

O projeto de reformulação contou com a participação da ABLSAN, empresa paulista especialista em varejo e em soluções para shoppings centers, e foi assinada pelo arquiteto Jayme Lago Mestieri,  autor de mais de 70 projetos de shoppings no País.

“O novo modelo abriu a suas asas para se tornar um pólo de soluções diversas de consumo, conveniência, lazer e negócios. É muito mais diversificado que um shopping convencional e se torna uma solução para a população de Goiânia no seus diferentes momentos do dia”, explicou ele, durante o evento de lançamento.

O local, que já abriga gigantes como a Leroy Merlin – a única da rede no Estado de Goiás -; a Universidade Estácio de Sá – referência em educação, com mais de 13 mil alunos -; e academia Blue Fit – uma das maiores redes de academia 24 horas do Brasil -; terá ainda  a chegada do Atacadão Costa – líder no Centro-Oeste, que está em expansão e implantará no local sua 11ª loja. Também implantará um espaço dedicado ao modelo de mercato, similar aos mercadões abertos com opções gastronômicas e artesanais. Haverá novos espaços externos abertos para circulação, com cafeteria. Para os negócios da moda e acessórios, as lojas serão distribuídas em formato 360, trazendo mais integração entre elas e a sensação para o consumidor de estar em um magazine.

Para ele, as novas combinações, como os espaços com lojas pequenas em formato de departamento são boas opções tanto para os lojistas, quanto para os empreendedores. “Alguns lojistas, com empreendimentos menores, poderão expor seus produtos um ao lado do outro, simulando uma loja de departamento, em um espaço maior, um espaço âncora. Ao invés de construir uma loja, ele terá um conjunto de móveis, sem paredes, é um ambiente onde os lojistas se integram”, destacou ele.

“A fachada e a reforma interna serão polivalentes, terão uma comunicação clara, será um ambiente versátil, além de oferecer mais possibilidades do que anteriormente. Já em relação ao público, a expectativa é apresentar um novo DNA, algo novo, conciliatório, composto de diversas atividades e diversos públicos, o verdadeiro ponto de encontro na cidade”, reforça o arquiteto, principalmente pela localização do Shopping, que se encontra em uma região central de Goiânia, com bastante circulação de pessoas.

O diretor da Tropical Urbanismo, Paulo Roberto da Costa, também sócio do empreendimento, lembrou que a localização acessível do Shopping Estação Goiânia foi um importante fator para se chegar a essa identidade versátil.

“Além de estarmos ao lado do terminal rodoviário, próximo à Marginal Botafogo, e Avenida Independência, “estamos no ponto de encontro duas importantes vias de acesso que estão sendo implantadas na cidade. O BRT, que irá ligar 148 bairros em Goiânia e Aparecida de Goiânia, e o  Corredor Leste-Oeste, que vai ligar vários bairros da cidade e unir dois extremos da região metropolitana: Trindade e Senador Canedo. Serão milhares de pessoas que passarão por essa localização com suas demandas e necessidades”, considerou.

O Shopping Estação Goiânia possui mais de 70 mil metros quadrados de área construída e 1105 vagas de estacionamento. Com o reposicionamento, chegará a 56 mil metros quadrados de Área Bruta Locável (ABL).

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo