Goiás

Solenidade marca a entrega de kits de bombas hidráulicas à Sanesc

A Prefeitura de Senador Canedo e a Sanesc apresentaram ontem, 4, os novos equipamentos que vão ser instalados no sistema de abastecimento da Sanesc. As bombas hidráulicas de alta tecnologia trarão mais eficiência e economia ao município. O investimento de cerca de R$ 2 milhões faz parte do Plano Emergencial de Recuperação da Sanesc.

O presidente da Sanesc, Cainã Teodoro, falou da importância dos kits de bombas hidráulicas, que serão instalados na Captação Bonsucesso, Captação Sozinha e Estação de Tratamento de Água (ETA) Lúcio Rosa. “Os equipamentos vão substituir motores sucateados, que nem têm peça de reposição. E teremos em cada ponto de captação uma bomba reserva.”

O Plano Emergencial de Recuperação da Sanesc agrega obras no Sistema Bonsucesso, com ampliação do lago de captação, que teve sua capacidade ampliada em 20 vezes, podendo reservar 92 mil m³. Além disso, está sendo realizada a duplicação da adutora que liga a Bonsucesso à ETA Lúcio Rosa, com cerca de cinco quilômetros de tubulação, e o aumento em três vezes da capacidade de produção de água.

“São cerca de 65 dias de obra, faltando cerca de dez dias para conclusão da terraplanagem. Algo que resolve o problema hídrico da cidade, onde mananciais riquíssimos com boa produção serão utilizados”, afirma Teodoro.

A obra tem orçamento estimado em R$ 8 milhões, numa parceria entre a prefeitura e empreendedores do ramo imobiliário, intermediado pelo Ministério Público. “É uma obra que fala por si, gestão bem feita, uma visão estruturada, feita com estudo técnico”, destaca a promotora de Justiça Marta Loyola.

O prefeito Fernando Pellozo destacou o trabalho que tem sido feito nos primeiros sete meses de gestão para solucionar a crise hídrica em Senador Canedo. “A falta de água era um problema secular da cidade, e este drama está resolvido. Está certo que não teremos mais problemas. Água tratada com solidez, sem interrupção. Um dia feliz para Senador Canedo”, destaca.

Você pode se interessar:

Comments are closed.

Mais em:Goiás