Terça, 21 de Setembro de 2021
21 de Setembro de 2021
Publicidade

Streaming quer lucrar com audiência e faturamento das novelas

Os principais serviços de streaming revelaram o interesse em produzir novelas brasileiras curtas, de 40 a 60 capítulos, como são os casos de Netflix, Amazon e HBO Max. Está certo também que não estabeleceram um período para gravações e lançamentos, apenas um desejo muito forte, por tudo o que este tipo de formato representa em termos de audiência e faturamento. De todos, somente o Globoplay entrou em campo de fato, com as avançadas gravações de “Verdades Secretas 2”, escrita por Walcyr Carrasco e protagonizada por Camila Queiroz e Rômulo Estrela. Uma estreia aguardada para breve. Enquanto isso, os demais serviços continuam em ritmo de ensaio, se organizando internamente e observando o mercado de autores, atores e outros profissionais. Há muita gente disponível e nas mais diferentes frentes de trabalho. É importante dar um passo de cada vez, montar departamentos competentes, para que as produções possam ter uma longa sequência. Certamente é isso que acontece agora: uma confidencial movimentação nos bastidores. O fato é que quando essas empresas engatarem uma primeira, começarem a produzir novelas em massa, o mercado de dramaturgia nunca mais será o mesmo. A expectativa é que isso possa acontecer já a partir de 2022, quando imagina-se que a pandemia estará mais controlada. No caso da HBO, vai demorar um pouco mais, porque esses primeiros meses estão muito voltados para a implantação da plataforma.

Compartilhe este post: