Quarta, 21 de Abril de 2021
21 de Abril de 2021
Publicidade

Testagem ampliada de antígeno na população chega à região Noroeste

A Prefeitura de Goiânia, por meio da Secretaria de Saúde, segue testando a população de forma ampliada para para identificar casos da Covid-19. Desta vez será testada a população da região Noroeste, formada por 74 bairros e mais de 180 mil habitantes. A testagem começa nesta terça-feira (11), às 8h, e segue até a sexta-feira (14). A região foi escolhida com base em estudos epidemiológicos que apontaram grande circulação do novo coronavírus.

Na tentativa de evitar aglomerações, os testes ocorrerão em duas unidades de educação: Escola Municipal Professora Leonísia Naves de Almeida, no Morada do Sol, nas modalidades drive thru e pedestres; e na Escola Municipal Stephania Alves Bispo, no Jardim Liberdade, que atenderá pedestres.

Nos dois locais serão adotados os mesmos protocolos do Jardim Guanabara com equipes que atuarão na triagem, coleta, realização do teste e equipe médica para atender os casos positivos. Todas devidamente equipadas para evitar o risco de contágio.

Serão testados moradores acima de 12 anos e que não apresentam sintomas e que tiveram contato com casos suspeitos ou confirmados nos últimos dias. Para pessoas com sintomas a orientação é para que procurem uma unidade de saúde.

A SMS adquiriu ao todo 185 mil testes rápidos de antígeno que conseguem identificar o vírus no momento da infecção. A realização deste tipo de teste é inédita em Goiás. A testagem tem como objetivo identificar casos, conter a disseminação do vírus e reduzir número de internações e óbitos na capital. A Prefeitura de Goiânia já realizou mais de 80 mil testes para detectar o novo coronavírus.

Testagem região Norte

Na última semana, na região Norte, foram realizados 4.532 testes de antígeno, sendo que 642 deram positivo, o que representa 14,16% do total. A ação foi considerada um sucesso pela SMS, já que as pessoas que testaram positivo agora vão ficar em isolamento, quebrando assim a cadeia de transmissão no meio onde vivem.

Todas passaram por atendimento médico no local da testagem e agora serão acompanhadas pelo Telemedicina que é uma parceria da Prefeitura de Goiânia com a Universidade Federal de Goiânia (UFG).

Compartilhe este post: