Esporte

Time da Aparecidense vence Porto Velho/RO e dispara na liderança

Em jogo na capital do Estado de Rondônia, Porto Velho, no último sábado, 7, a Aparecidense mostrou mais uma vez sua faceta de ser uma visitante indesejada. A equipe de Aparecida de Goiânia foi até o Estádio Aluizão, na capital rondoniense, venceu o Porto Velho por 2 a 0 e disparou na liderança do Grupo A5 do Campeonato Brasileiro Série D.

Com o resultado, o Camaleão do Cerrado chegou aos 21 pontos e fica bem próximo da classificação à próxima fase da competição nacional. O vice-líder Goianésia/GO tropeçou na rodada e perdeu para o já eliminado Jaraguá/GO, o que permitiu à Aparecidense abrir quatro pontos na liderança. O duelo foi disputado numa alta temperatura (37º C), e num campo indigno para uma disputa de uma competição oficial.

O lateral-esquerdo Rodrigues e o meia-atacante Rafa Marcos foram os autores dos gols aparecidenses. O confronto marcou a reestreia do atacante Alex Henrique com a camisa azul e branca do Camaleão do Cerrado. O artilheiro ainda errou uma penalidade máxima no primeiro tempo.

A Aparecidense volta a campo no próximo sábado, 14, às 15h30, contra o Jaraguá/GO. O jogo será mais uma vez fora de casa, no Estádio Amintas de Freitas, na cidade goiana homônima ao nome da equipe.

 

Cenas lamentáveis
O jogo na capital rondoniense encaminhava para o seu final, quando o jogador do Porto Velho/RO Emerson Bacas atingiu covardemente um atleta da Aparecidense, o que provocou uma briga generalizada que precisou de intervenção da Polícia Militar, e que, no final, teve um saldo de duas expulsões para cada time e um atleta da equipe rondoniense hospitalizado.

O episódio gerou muita revolta na equipe de Aparecida de Goiânia, o que fez a diretoria da Aparecidense divulgar uma nota de repúdio: “A Associação Atlética Aparecidense repudia com muita veemência toda e qualquer atitude antidesportiva e desleal feita dentro e fora de campo. Hoje (sábado), em um jogo válido pelo Campeonato Brasileiro da Série D, jogando fora de casa contra o Porto Velho, e ganhando a partida por 2 a 0, nosso jogador foi atingido pelo adversário de forma desleal. Esse jogador foi expulso direto pela agressão.

Logo, os jogadores do Porto Velho causaram uma grande confusão, algo que nunca havíamos presenciado antes. Vários jogadores da Aparecidense foram atingidos. Um total desrespeito ao futebol e à Aparecidense. No esporte, temos que saber ganhar e perder de cabeça alta e de forma leal. Que a violência não faça parte do futebol! #paznofutebol.”

Você pode se interessar:

Comments are closed.

Mais em:Esporte