Quinta, 15 de Abril de 2021
15 de Abril de 2021

Último paciente de Manaus em Aparecida de Goiânia recebe alta do Hmap

O Hospital Municipal de Aparecida de Goiânia (HMAP), unidade de referência da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) para tratamento da covid-19, realizou às 16h15 desta quinta-feira, 18 de fevereiro, a oitava e última alta médica de um paciente vindo de Manaus (AM) por causa do colapso da rede hospitalar manauara. O engenheiro eletricista Valderi Romão da Silva, de 51 anos, agora curado da covid-19, voltará ainda hoje, às 19h40, para a Capital amazonense.

Dedicação aos pacientes

Emocionado, mas com semblante tranquilo, Valderi passou pelo “corredor da vida”, a tradicional saída dos pacientes curados da covid-19, sob aplausos da equipe do HMAP. Considerado o “queridinho” dos profissionais por seu comportamento gentil e afetuoso, ele contou que a internação foi “difícil porque fiquei entre a vida e a morte, mas aqui recebi um atendimento incrível. Agradeço a Deus e a todos do HMAP porque vi a dedicação que têm com os pacientes, algo que me impressionou bastante.”

Responsabilidade social

Valderi ainda desabafou: “As pessoas estão muito irresponsáveis, não têm amor à própria vida nem pela dos outros. Isso me revolta porque eu passei quase um ano em casa, totalmente isolado, e não sei nem como peguei a covid-19. Vejo as pessoas se aglomerando, não usando máscaras e debochando da doença, isso é inaceitável.”

“Com a liberação do senhor Valderi acaba o tratamento dos manauaras em Aparecida. Lamento imensamente a perda de 6 dos que vieram e agradeço a Deus, à Ciência e aos nossos profissionais pelos 8 que conseguiram a cura. A covid-19 é terrível e não medimos esforços para orientar, monitorar e tratar da população. Desejo muita felicidade para nossos irmãos manauaras que foram acolhidos por Aparecida, nunca nos esqueceremos deles, que viajaram para tão longe em busca de tratamento”, afirmou o prefeito Gustavo Mendanha.

Compartilhe este post: