Segunda, 20 de Setembro de 2021
20 de Setembro de 2021
Publicidade

Um pouco mais sobre o Brasil nas Paraolimpíadas

Conheça algumas das estrelas do Brasil e onde assistir aos jogos Paralímpicos

João Vitor Barbosa

Para os amantes do esporte, começaram nesta terça-feira (24), as Paraolimpíadas, que, assim como as Olimpíadas, acontecem no Japão. Há poucos dias vibramos com o novo recorde de 21 medalhas do Brasil nas Olimpíadas, agora, a chance de comemorarmos um número ainda maior é gigantesca.

Em 2016, o Brasil bateu o seu recorde de medalhas totalizando 72 (14 ouros, 29 pratas e 29 bronzes), atingindo a oitava colocação no quadro geral. Na edição de Tóquio, a delegação brasileira chega como uma potência na disputa pelas medalhas e planeja ficar entre os 10 melhores. Além disso, de todas as vezes em que o país disputou, essa é a maior em número de atletas participantes. Ao todo, serão 259 atletas, sendo 163 homens e 96 mulheres.

Algumas estrelas brasileiras com chances de medalha

Alguns atletas farão a sua estreia nos jogos Paralímpicos do Japão. Contudo, há grandes chances de saírem de lá como grandes nomes da modalidade que vão competir. Esse é o caso da pernambucana Carol Santiago, de 36 anos, que é a atual estrela brasileira na natação. Ela migrou do esporte convencional para o adaptado em 2018 e já conquistou o título de campeã mundial. Carol competirá na categoria s12 (baixa visão) e terá três provas para disputar em Tóquio.

Outro grande nome do Brasil é o atleta paralímpico mais rápido do mundo. Petrúcio Ferreira, 24 anos, com sua marca de 10 segundos e 42 milésimos registrada no Mundial em Dubai, em 2019, é até hoje a melhor da história. O velocista é outra grande aposta para trazer o ouro para casa.

Considerado o país do futebol, o Brasil não poderia deixar de ser favorito no futebol de 5. Desde que a modalidade foi adicionada as Paraolimpíadas, em 2004, a seleção brasileira masculina (não há disputa feminina) venceu todas as edições. Em Tóquio, os brasileiros terão pela frente a China, França e Japão na fase de grupos. Argentinos e espanhóis são os favoritos na outra chave, que também tem Marrocos e Tailândia.

Não para por aí. Em praticamente todas as modalidades o Brasil possui chances de medalha. A expectativa é que a delegação brasileira termine entre as 10 melhores no ranking geral de medalhas.

Onde assistir? 

Os canais SporTV e a TV Brasil prometem transmitir várias modalidades. A rede Globo passará as semifinais e as finais do Futebol de 5, caso haja a presença da seleção brasileira.

O Brasil estreia nesta terça-feira (24), na modalidade de goalball, contra a Lituânia, às 21h (horário de Brasília). Também teremos participação na natação, no ciclismo, no tênis de mesa e na esgrima em cadeira de rodas. Na natação, no ciclismo e na esgrima, já haverá a briga por medalhas.

Compartilhe este post: