Goiás

Unifan vai realizar a 7ª Edição da Jornada Acadêmica de Estudos da Saúde da Família

Com o tema “Compaixão, União e Solidariedade: O desenvolvimento de um olhar compassivo à família do próximo”, a 7ª Jornada Acadêmica de Estudos na Saúde da Família acontecerá de forma remota, pelo aplicativo Zoom, entre os dias 24 e 28 de maio. Na ocasião, os acadêmicos do curso de Medicina do Centro Universitário Alfredo Nasser irão apresentar os trabalhos produzidos durante o Módulo do curso Pinesf (Programa Integrado de Estudos na Saúde da Família). “É a oportunidade de o acadêmico transmitir todas as propostas de intervenções que são utilizadas na adoção de um membro da família, seja idoso, criança, mulher… etc”, comenta o supervisor do Módulo Pinesf do curso de Medicina da Unifan, Professor Joede Alvarenga.
Ainda segundo o supervisor, devido à pandemia da Covid-19, durante este semestre os alunos fazem acompanhamento dos pacientes através de uma sala virtual e ligações por vídeo, “onde não deixamos de evidenciar a relação acadêmica do médico-paciente. Trazendo o humanismo da prática médica e resgatando a identidade da Medicina baseada em evidências”, ressalta. “Tenho me surpreendido com o talento de nossos alunos com os pacientes a distância, garantindo qualidade e resultados positivos no atendimento remoto”, finaliza o docente.

A Jornada
A Jornada Acadêmica de Estudos da Saúde da Família (Jaesf) foi idealizada e criada em 2018 pelo professor Joede Alvarenga de Souza Luniere, que também supervisiona na Unifan o Programa Integrado de Estudos na Saúde da Família (Pinesf).
A Jornada nasceu para que os acadêmicos desenvolvam um artigo científico de acordo com a realidade de cada família adotada e possam apresentar a prática de todo o estudo com estratégias e manejos específicos. Segundo o professor Joede, o grande objetivo da Jornada é promover estudos de problematização baseados na teoria do Arco de Charles Maguerez, realizados pelos acadêmicos de Medicina diante de adoção de família durante o Pinesf.
“O sentido especial do Arco é levar os alunos a exercitarem a cadeia dialética de ação-reflexão-ação, ou seja, a relação prática-teoria-prática, tendo como ponto de partida e de chegada do processo de ensino e aprendizagem a realidade social”, explica.

Você pode se interessar:

Comments are closed.

Mais em:Goiás