Goiás Online

Valéria pode trocar o MDB pelo Republicanos

Helton Lenine 

A vereadora licenciada aparecidense Valéria Pettersen (foto), hoje secretária de Relações Institucionais da Prefeitura de Goiânia, poderá trocar o MDB pelo Republicanos, atendendo convite do prefeito Rogério Cruz e do deputado federal João Campos, presidente estadual da legenda. Pettersen está sendo estimulada a disputar mandato de deputada estadual em 2022.

Jogada de mestre
Rogério Cruz (Republicanos) deve confirmar hoje, 10, convite para o economista Carlos Eduardo Rodrigues de Paula assumir a Secretaria de Finanças da Prefeitura de Goiânia.

Homem de confiança
Carlos Eduardo foi secretário, por oito anos, durante os dois mandatos de Maguito Vilela à frente da Prefeitura de Aparecida de Goiânia.

Com o MDB
Carlos Eduardo teve encontro, nesse fim de semana, com o presidente estadual do MDB, Daniel Vilela, para mostrar ao filho de Maguito as razões pelas quais se dispõe a assumir a pasta de Finanças de Goiânia.

Rompimento
Dois emedebistas estarão na equipe de Rogério Cruz após o rompimento do partido com o Paço Municipal, em março último: Valéria Pettersen e o próprio Carlos Eduardo, se for confirmada a sua nomeação.

Recuo?
Mordido pela “mosca azul” por candidatura majoritária às eleições de 2022, o prefeito Gustavo Mendanha (MDB) recuou na sua posição de “esticar a corda” com o Republicanos.

Sem demissão
Por isso, Mendanha deu um passo atrás na intenção de exonerar Johnathan Medeiros do cargo de secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação. Ele é sobrinho do deputado federal João Campos, presidente estadual do Republicanos.

Stand-by
Mendanha também deu um passo atrás na intenção de afastar da Prefeitura de Aparecida de Goiânia os cabos eleitorais indicados por Valéria Pettersen em cargos de segundo e terceiro escalões.

Mais um
A deputada federal Renata Abreu, presidente nacional do Podemos, formalizou convite ao deputado federal Professor Alcides para ingressar na legenda. O parlamentar goiano já foi sondado pelo MDB, PSD e PL.

Reequilíbrio

Ao assumir o governo, em janeiro de 2019, Ronaldo Caiado foi surpreendido por um dos piores resultados fiscais e financeiros de todas as unidades da Federação.

Reequilíbrio II
A boa gestão do democrata culminou com superávit orçamentário de R$ 553 milhões em 2019, quebrando a série histórica de déficits, que já durava sete anos. A boa execução orçamentária se repetiu em 2020 e o governo fechou o ano com superávit orçamentário de R$ 524 milhões.

Está longe
Têm políticos ansiosos e colocando o “bloco na rua” como candidatos a deputado federal e estadual. É bom lembrá-los: as convenções só acontecem no final de julho do ano que vem.

Vai extinguir?
A pergunta que não quer calar: a Assembleia Legislativa vai mesmo aprovar a PEC que extingue o Tribunal de Contas dos Municípios?

André Fortaleza não descarta concorrer a deputado estadual
O presidente da Câmara Municipal de Aparecida de Goiânia, vereador André Fortaleza (foto), não descartou disputar em 2022 como deputado estadual. “Eu já estou pronto se meu partido precisar”, afirmou em entrevista ao portal Folha Z. André ainda completou que está à disposição de sua sigla, o MDB, mas ressaltou que ainda é cedo para pensar em 2022.

 

RESUMO

Mais de cinco institutos de pesquisas mostram o Governo Ronaldo Caiado bem avaliado em todos os estratos da sociedade goiana, com elevados índices nos 246 municípios goianos.

Em 2022, deverá ser acirrada a disputa pela única vaga ao Senado. Mais de cinco candidatos já se apresentam à vaga que vai surgir com o término do mandato do senador Luiz do Carmo (MDB).

O empresário Jânio Darrot (Patriota) é o único pré-candidato ao governo de Goiás nas eleições do ano que vem. Ele cumpriu dois mandatos de prefeito de Trindade.

Vanilson Bueno (foto), presidente municipal do PSDB e pré-candidato a deputado estadual, está sendo aconselhado por colegas da equipe de Gustavo Mendanha a deixar o partido diante dos desgastes dos tucanos em Goiás. Bueno é secretário de Ação Integrada em Aparecida de Goiânia.

Você pode se interessar:

Comments are closed.