Sexta, 05 de Março de 2021
05 de Março de 2021

Visita virtual do Hugol une famílias em tempos de pandemia

O Hospital Estadual de Urgências da Região Noroeste de Goiânia Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol), unidade do Governo de Goiás, acredita que a manutenção do elo afetivo entre familiares exerce papel fundamental durante o tratamento. Em tempos de pandemia, o local realiza visitas virtuais entre pacientes e familiares por meio de chamadas de vídeos em tablets. A ação totaliza, até o momento, mais de 535 horas de encontros familiares, o que representaria mais de 22 dias completos conectados ininterruptamente.

O paciente Manoel da Cunha chegou no Hugol com dores no peito e foi internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Por ter mais de 60 anos de idade, ele faz parte de um dos grupos mais sensíveis ao coronavírus. Por isso, foi preciso adotar medidas de distanciamento social durante a a internação. A visita virtual foi uma oportunidade de rever parte da família com que ele não tinha contato presencial. “Falar com meus filhos e neta foi muito animador e emocionante. Foi como se eles estivessem aqui do meu lado. Estava inquieto por não poder vê-los, mas agora estou bem mais tranquilo”, comentou Manoel.

Psicólogos e terapeutas ocupacionais se alternam para ofertar esse recurso aos pacientes. A segurança nestes procedimentos também foi priorizada e os equipamentos são higienizados conforme protocolo definido junto ao Serviço de Controle de Infecção Relacionada à Assistência à Saúde (SCIRAS) do Hugol.

“A visita virtual permite o fortalecimento do vínculo entre o paciente e a família, que é o elo dele com o mundo. Estimular os recursos de enfrentamento através do apoio familiar reduz a ansiedade durante o tratamento, mesmo nesse cenário em que não existe a presença física dos entes queridos”, relatou a psicóloga da unidade, Jéssica Prado.

Compartilhe este post: